Fla – Flu: Boulos x Magnoli

download

A TV Folha criou não faz muito tempo o programa de nome “Fla-Flu”, cujo objetivo principal é promover debates entre personalidades com “ideias opostas”. Não foi exatamente o que aconteceu no encontro entre o ativista Guilherme Boulos e o professor Demétrio Magnoli. Sinceramente, não me pareceu que os dois possuam ideias antagônicas mas sim diferenças pontuais específicas sobre alguns assuntos. Vamos ao Fla-Flu, então.

Boulos

Coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), diplomado em Filosofia pela USP, conhecida usina de militantes marxistas, Guilherme Castro Boulos se mostra um bom político. Enfático na defesa do que acredita, o ativista foi rápido nas formulações e intransigente no ponto de vista; ignorou frequentemente as evidências levadas por Magnoli e pelo mediador do debate. Filosofia em Boulos, a priori, não vi nenhuma. A coruja passou longe.

Magnoli

Demétrio Martinelli Magnoli é professor doutor com diversos livros publicados na área de Geopolítica. Magnoli foi um debatedor educado, tranquilo e polido, fato observado também em Boulos, porém em menor grau. Magnoli levou para o debate algum conhecimento de sua área de formação, ao contrário de Boulos.

O Fla-Flu

A conversa durou cerca de 45 minutos (Assista)e foi bem conduzida pelo mediador. Justiça seja feita, vi o Boulos se sair melhor no campo da retórica. Boulos gesticula mais, fala mais rápido e, com isso, dá menos tempo para o ouvinte raciocinar. No debate ao vivo isso é precioso. A eficácia retórica de Boulos passa a impressão, para quem ouve, que seus motivos e argumentos são mais consistentes do que os de Magnoli. Nada mais longe da realidade.

Magnoli apresentou um pensamento bem articulado e com consistência lógica, principalmente quando tratou de economia, assunto que Boulos, apesar de marxista, deu mostras de ignorância e do qual fugiu com discrição. Magnoli ganha no conhecimento mas perde na retórica. Isso na mesa redonda pode ser fatal.

 A propósito do nome Boulos, é possível fazer um interessante trocadilho pelo qual não me desculpo. Trocando o “B” pelo “D”, tem-se em grego a palavra Doulos, que pode ser bem traduzida por escravo. Palavra que cai muito bem para ele. Guilherme Doulos. Escravo do PT, escravo de ideologia, escravo do raciocínio pedestre.

Um fato interessante. Quase no final, o apresentador hesitou em qualificar Magnoli como direita; logo após incluir Doulos na esquerda ele usou o eufemismo “do outro lado” para se referir a Magnoli. Doulos, bom de retórica, percebeu a gafe do jornalista e fez uso político dela. O inesperado foi a resposta de Magnoli: “- eu sou socialdemocrata, coisa que não existe no Brasil.” O queixo caiu.  A resposta do doutor ficou sem resposta; Doulos nada disse e o mediador silenciou também. O que Magnoli quis dizer com isso? Que PSD e PSDB não são autêntica socialdemocracia? Ou Magnoli ignorou a existência dessas siglas no Brasil?

Não se faz análise política consistente tomando apenas significados de nomes. Entretanto, devo dizer que socialdemocracia sempre foi esquerda e tem elos com a tradição comunista, da qual provém e da qual participa de algum modo. Em resumo, o que diferencia Comunismo/ Socialismo de Socialdemocracia não são os fins a serem atingidos. São os meios e os caminhos que os farão chegar lá.

Final

Dessa forma, parece que o Fla-Flu entre Boulos e Magnoli não foi tão Fla-Flu assim. Bom, Fla começa com “Fl” e Flu também; afinal, não dá pra dizer que Boulos e Magnoli sejam tão diferentes: um defende socialismo petista; outro, socialdemocracia.

Sinceramente, acho que esse Fla-Flu foi mais uma falsa antítese proposta pela Folha do que um debate entre personalidades “com ideias opostas”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s