Michael Sandel no Caldeirão do Huck

image-1-206x300

Foi às 18h de hoje na rede Globo. O famoso filósofo moral e político Michael Sandel esteve no Brasil. Professor da Universidade de Harvard, Sandel ministra o famoso curso “Justiça”. A resultante dessas aulas originou livro de mesmo nome. Livro que tem boa pegada editorial a propósito.

O tema dele no Caldeirão foi o famoso “jeitinho brasileiro” e contou com a participação de honra da empregada doméstica Hellena Mary, que teve um vídeo sobre ética viralizado na rede. O jeitinho pode ser resumido assim: “Aos amigos, tudo; aos inimigos até a calúnia; aos indiferentes, o rigor da lei.”

Por aqui, o encontro se deu em moldes parecidos com os que Sandel conduz seu prestigiado e concorrido curso por lá. Ele gosta de interagir com sua plateia e assim foi feito no Caldeirão. Pelo que vi, o mestre de Harvard ficou um pouco embaraçado com a ética brasileira (o semblante às vezes denuncia – o corpo fala): suborno a policial para furar bloqueio, adquirir pirataria, alertar amigo de blitz policial que torna efetiva a lei seca do trânsito, etc. O que, porém, chama a atenção é a confissão feita por Huck e por Hellena. De forma honesta, ela  admitiu comprar DVD pirata para os filhos e Huck disse que avisa a amigos sobre blitz de lei seca.

Parece que o professor entendeu que os brazucas lidamos com duas éticas, dois mundos, um doméstico, outro público, conduta também abordada pelo antropólogo Roberto Damatta no livreto “A casa e a Rua”. Jogamos lixo na rua e compramos produto ilegal, mas nossa casa é lambida e vociferamos contra político ladrão.

Como filósofo político, Sandel vê relação entre a ética das pequenas coisas cotidianas e a ação dos políticos no nível macrossocial. Infelizmente, é desse caldo que sai tanto PT como PMDB e igualmente os demais partidos. Quantos, de posse dos meios e facilidades de que dispõem os políticos, renunciariam à tentação da corrupção financeira? Punição a petistas, prisão a peemedebistas! Cana neles e em quem mais violar a norma.

Dessa forma, Sandel dá entender que, enquanto cada um não tomar prumo no sentido de ajustar sua conduta pessoal às pequenas exigência da sociedade, o Brasil continuará patinando na pista de gelo da corrupção política nacional. Pista que a Lava Jato está quebrando e em cujo no lago gelado poucos não afundarão. Afinal, político brasileiro vem…do Brasil! O que esperar deles?

O Brasil precisa de uma revolução ética.

Parabéns à Rede Globo e ao Caldeirão pelo convidado e pelo tema!

e-mail: mpaulojme@gmail.com

twitter: @marcospaulofon2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s